quinta-feira, outubro 20, 2005

Adeus scuts

Depois das eleições autárquicas e uma vez garantida a mancha rosa na zona donde é natural o actual primeiro-ministro e onde possivelmente se colocarão portagens, este, pela voz do seu ministro das Finanças, veio anunciar que está em estudo o eventual fim de algumas auto-estradas sem custos para o utilizador. Traduzindo, o governo de Sócrates, depois de ter andado toda a campanha a defender a manutenção das Scuts vai introduzir portagens. Mais uma promessa desfeita e ainda bem.
O argumento do ministro é de que se os estudos (mais uns estudos!) concluírem que já não se justifica a existência desta “diferenciação positiva” então que se acabe com ela. Acontece que nem foram construídas alternativas a nenhuma das scuts nem infelizmente o PIB de qualquer uma dessas regiões deu um salto no último ano. Concluindo: o sr. Eng.º Pinto de Sousa mentiu uma vez (na campanha para as legislativas) e omitiu outra (na campanha para as autárquicas). Estamos pois perante um grande político e um homem de Estado que tem de saber mentir, omitir e revelar na altura certa.
Deve-se sublinhar que Santana Lopes teve uma atitude corajosa ao defender o fim das auto-estradas grátis mas não soube mentir nem omitir, apenas perdeu votos. Não era um homem de Estado. O PS veio agora dar-lhe razão.

1 Comments:

Anonymous Joaquim said...

Há críticas e críticas:os OE de Pina Moura,muito bem;dizer que o PS agiu mal quando ñ deu razão ao aumento do IVA há 3 anos, também, mas criticar a quebra de uma promessa eleitoral e propagandistica, para justificar PSL é que ñ.

10:15 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home