segunda-feira, dezembro 05, 2005

Pelo sim, pelo não, mais vale debaixo do colchão


Quando vejo o Prof. Louçã a falar com tanto ódio dos banqueiros, quase me convenço que ele guarda as suas economias debaixo do colchão.
É capaz de ser mais seguro...






Infelizmente não sou banqueiro. Mas se fosse, cada vez que o Prof. Louçã viesse pedir crédito, eu dava-lhe um

de preferência ortopédico, pode ser que tenha um juro melhor.