terça-feira, fevereiro 07, 2006

Agora é tarde

A caixa de Pandora foi aberta. As ruas do mundo muçulmano protestam indignadas, queriam um argumento e agora têm-no finalmente, todas as grandes crises começam com fenómenos como este que agora vivemos. Aberta a caixa nada ficará como dantes. Jornais muçulmanos já falam em concursos de desenhos sobre o holocausto, depois virão de Israel as compreensíveis reclamações e prontas respostas. Por cá teremos as reacções da extrema-direita europeia, adormecida mas não morta, contra os emigrantes, os apelos ao condicionamento da liberdade de imprensa e de expressão, o regresso às igrejas…
Infelizmente estão a ser dados todos os passos que levarão ao choque de Huntigton, choque que ele não defendia mas que indicava como cenário provável. Estamos a dar-lhe razão e não se vislumbram alternativas. Ou a Europa regride e sai da época pós-religiosa em que se encontra, o que é mau, ou exporta os seus particularismos, o que é impossível. O tempo dos compromissos está a ser ultrapassado, muito por causa do discurso facilitista da esquerda europeia e do voluntarismo de alguma direita norte-americana.