segunda-feira, fevereiro 21, 2005

De Direita

Declaradamente Não socialista - embora optimista - não partilho da esperança do Gonçalo. Embora tenha enormes dúvidas quanto ao sucesso ao leme do governo da actual maioria, temo que a esquerda radical seja a verdadeira oposição na próxima legislatura. Recuemos pois aos idos anos 70!
Espero estar redondamente enganado.

1 Comments:

Blogger EsquecidoDaTriangulação said...

Declaradamente não ao optimismo do Curado. É impossível estar optmista perante um quadro onde a esquerda assume um peso demasiado largo no equilibrio de forças. No entanto, salve-se a noite pela não obtenção da maioria relativa que o BE tanto ambicionava. De doidos era ficar nas mãos do Louçã e seus compinchas e ver o país a cair numa rotina de auto-destruíção do que demorou 9 séculos a conquistar. A maioria absoluta do PS encerra, no meu ver, 2 grandes virtudes:
- A primeira é de não nos pôr deliberadamente nas mão da extrema esquerda;
- a segunda resume-se a, finalmente, o PS ter de assumir publicamente a sua gestão sem poder desculpar-se atrás de maiorias relativas e de acordos em troca de meia dúzia de queijos.
Haja paciência e estomago para nos 4 anos que faltam (é assim que encaro o futuro...) ouvir os protelados salvadores da Pátria!!!
Um bem haja,
JPN

5:28 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home