sábado, fevereiro 26, 2005

Sinédrio Undercover

Empolgado pelos recentes resultados eleitorais, o Bloco de Esquerda parece querer reinverter a sua situação de ausência no poder autárquico (com excepção para Salvaterra de Magos), apostando na corrida aos principais municípios nacionais. O Expresso de hoje avança o nome de Ana Drago como escolha para Lisboa, mas o Sinédrio procurou ir mais longe e infiltrou-se na estrutura do Bloco na ânsia de conhecer outros nomes.
Munidos de um lenço Arafat, de algumas citações obscuras de Bakunine e apresentando-nos como o porta-vozes oficiais da CALPATQD (Causa Alternativa para a Liberalização do pé de atleta entre o terceiro e quarto dedos), conseguimos identificar o candidato do Bloco de Esquerda para o Porto:

nova geração revolucionária para o poder autárquico Posted by Hello

1 Comments:

Blogger AJFerrao said...

Sugiro ainda a Abelha (Astróloga) Maia para Vila Real, Zé Maria Big Brother para Évora, Cláudio Ramos para Coimbra…

Agora a sério não têm nem vão ter expressão autárquica.
É um partido que sobrevive à custa de causas com que determinados grupo sociológicos se identificam, seja a liberalização das drogas a despenalização do aborto ou até aqueles que mais sentem a crise económica que se revêem no BE pelo simples facto de ser uma voz discordante.

http://ajferrao.blogspot.com/

4:41 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home