quarta-feira, outubro 26, 2005

A Casa do Pó

Quem escreverá os discursos eleitorais de Mário Soares, o Major Mário Tomé, José Mário Branco? Fica a leve sensação de que alguém pegou no manual de candidatura de 86, soprou-lhe o pó e recolocou-o em circulação. Passa agora a incluir na primeira página uma errata: “onde se lê Freitas do Amaral, leia-se Cavaco Silva”.
Para mim este é um exercício histórico bestial. Não era ainda nascido em 74/75 e de 86 só me lembro vagamente do Mundial do México, mas estou desejoso de passar pela Portela e encontrar barricadas contra uma “Maioria Silenciosa”.



3 Comments:

Blogger Bernardo Pires de Lima said...

Camarada!
Até me vieram as lágrimas.... essa caderneta é mítica e tenho-a religiosamente guardada. Viva saltillo e manuel galrinho bento!!
Também tinha uns autocolantes do freitas mas já foi tudo para o lixo...
abraço

12:06 da tarde  
Blogger AMJ said...

Já somos dois meu caro!!
Eu tenho a minha forrada com papel transaparente (o que não fazia aos livros da escolinha fiz com a caderneta!)
Infelizmente faltam-me 2 ou 3 cromos (Malditos Marroquinos e Uruguaios - salvo erro)
Um abraço romano daqui de DC.

9:45 da tarde  
Blogger Bernardo Pires de Lima said...

Tony Moreira és tu meu amigo?
saudade para ti em D.C.! A cidade que quer ser capital do império, mas que ainda não percebeu que essa se chama Roma!
Falta-te qual, o Francescoli ou o Rodolfo Rodriguez?
Não sabia que escrevias no teorema de pitágoras! Um grande abraço romanista, ontem ganhámos 3-2 ao inter no Meazza!! Dois de Il Dio...um de aeroplanino...

Abraços!!

12:32 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home