quinta-feira, junho 30, 2005

www.direitaliberal.blogspot.com

O texto de António Pires de Lima faz parte de uma movimentação profunda dos liberais em Portugal. Mas em relação a isto, nada melhor que consultar a sede própria:

Ver: http://www.direitaliberal.blogspot.com/

Lealdade e coragem, meus caros patrícios liberais. Lealdade e coragem. Lealdade e coragem seja onde for. No caos estimulante da blogosfera, nas simples mas fundamentais conversas de café, nas complexas conversas do “academês”, onde quer que seja, meus caros, lealdade e coragem. No talho, com a senhora das couves. Num bar, com o intelectual cabeludo. É tempo. Querem continuar a ser meros queixinhas privados ou, de uma vez por todas, assumem uma dimensão pública e sem qualquer pejo?

1 Comments:

Anonymous David said...

O Pires de Lima até podia vir a dar um bom líder da direita liberal em Portugal. É pena que não se tenha chegado à frente no último congresso do CDS/PP. O problema é que não é fácil fazer com que homens com o Pires de Lima ou o Lobo Xavier deixem de estar apenas com um pé na política e ponham ambos os pés e as mãos. Por outro lado as coisas não estão faceis para esses lados. O CDS é um partido confessional (onde para se chegar a líder é necessário fazer cara de anjinho, rezar umas missas, pôr de lado o ateismo e agradecer a nossa senhora de fátima o facto do crude do Prestige não ter entrado em águas portuguesas) e o PSD é um saco de batatas que junta liberais de esquerda à extrema-direita (sim há extrema-direita no PSD). O que faz falta é um novo partido. Pode ser que este projecto seja um começo.

4:18 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home